#LiteraturaNegra

Instagram photos and videos

#literaturanegra#leiamulheresnegras#escritorasnegras#bookstagram#mulheresnegras#negritude#literaturafeminina#girlpower#leitorasnegras#empoderamentonegro#literaturaafrodescendente#leiarepresentatividade#vidasnegrasimportam#clubedolivroletrasnegras#afrosegueafro#livrosafrolatinoamericanos#poesia#blackpower

Hashtags #LiteraturaNegra for Instagram

by @pliniocamillo

Quarta feira!! ... no sábado teremos o lançamento de LUIZA - Romance infantojuvenil de Plínio Camillo

Com ilustrações de Thiene Magalhães
Luiza, obrigada a fugir de Efegô, foi capturada e escravizada por mais de dez anos. “Inventariar a tradição alegra as subidas e nas descidas da existência.” Data: 22.09.2018 - Sábado
Horário: 16 às 20hs
Local: Espaço Kazuá - Rua Ana Cintra, 26 – Santa Cecília – São Paulo – Capital
Investimento: R$35,00 (trinta e cinco reais)
Luiza: https://pliniocamillo.wordpress.com/2018/09/06/luiza/
Compareçam!!
Divulguem por gentileza!!!!


3

by @editorataverna

Nossa edição de Úrsula, da Maria Firmina dos Reis, é destaque na estante de literatura brasileira da Livraria Vozes (Porto Alegre/RS). ❤

Livraria Vozes
3

by @livrariataverna

Nossa recomendação de hoje é o romance 'O caminho de casa', da escritora ganense-americana Yaa Gyasi. O livro é uma coleção das histórias interligadas de duas irmãs e suas sete gerações de descendentes, e rendeu à autora o prêmio PEN/Hemingway de melhor romance de estreia.

Nos ramos da árvore genealógica das personagens, Yaa Gyasi explora os reflexos da escravidão ao longo de 250 anos. Cada capítulo em 'O caminho de casa' tem seu protagonista e sua história de opressão, mantida não apenas pelas correntes físicas enroladas nos pulsos e tornozelos, mas também pelas correntes invisíveis que envolviam a mente mesmo após o fim do comércio legal de escravos.

Reserve o seu exemplar com a Taverna ou adquira no nosso site: livrariataverna.com.br ou pelo link:  http://bit.ly/2NUFqlC 📚

Livraria Taverna
5

by @aloucuracura

ouvi meus ancestrais dizerem:
-- rima sua dor preta ou ela te consome
grita onde for. deixa que Oyá leve no vento. deixa Oxum lavar a tua alma. Yemanja tua cabeça.
.
.
. .
.
#poesia #feminismo
#umbanda #literaturanegra #mulheresqueescrevem #poesia


5

by @revistaarquipelago

ainda que uma parte da obra de @letrascatitas seja uma forma de externalizar as questões que carrega consigo, outra parte é destinada ao público infanto-juvenil, para que crianças e jovens negros(as) também se vejam representados(as) na literatura. quantos livros protagonizados por negros(as) você já leu?


3

by @amaepreta

📖 Um buraco com meu nome, de Jarid Arraes. .
.
Meu queridinho do momento. Livro de estreia de Jarid na poesia ( e que estreia!).


1

by @portalxeniafranca

#Repost @clubedolivroletrasnegras
• • • • •
Pra que me chamas ? É a letra do clipe lançado hoje por Xenia França.Nesse clipe de fotografia linda, com predominância das cores azul, vermelho, verde, marrom e dourado, Xênia através da linguagem visual traz texturas, cores e elementos da natureza que se mesclam à batida provocante que mistura eletrônico com instrumentos percussão utilizados em religiões de matriz africana.
O clipe veio para virar uma referência na produção áudio visual afro latina americana, com figuras de entidades, corpos negros, cantos, natureza e instrumentos, que se juntam e fazem sentido com a letra que é uma denúncia clara de injustiça racial e apropriação cometida em nosso país. Na música é citada as cotas, o carnaval , e o trabalho negro que compõe a grande mão de obra do nosso país porém não é reconhecida.
Por fim ," Porque tu me chamas se não me conheces ? "que é o refrão da música, além de ser uma forma usada em Cuba em referência ao orixá Eleguá, equivalente ao Exú no candomblé brasileiro, também nos traz a indagação de porque as pessoas no Brasil usam e abusam da cultura afro brasileira se nem ao menos a conhece, se apropriando de uma forma vazia dos nossos símbolos.
. " Não fecha a conta
A cota é pouca
E o corte é fundo
E quem estanca
A chaga o choque
Do terceiro mundo?
De vez em quando
Um abre a boca
Sem ser oriundo
Para tomar pra si
O estandarte
Da beleza, a luta e o dom
Com um papo
Tão infundo"
No clipe ainda aparece em uma cena quatro livros : A biografia de Nelson Mandela, o livro Na minha pele de Lázaro Ramos (@olazaroramos ),Quem tem medo do feminismo negro? de Djamila Ribeiro (@djamilaribeiro1) e Um defeito de Cor de Ana Maria Gonçalves.
Ótimas referências de leitura que tanto incentivamos a leitura aqui no Clube ♡
.
.
.
#músicabrasileira
#xeniafrança
#praquemechamas
#literaturafeminina #literaturanegra #bookstagram #leitorasnegras #escritorasnegras #mulheresnegras #leiamulheresnegras #vidasnegrasimportam #girlpower #blackpower #afrolivros #livrosafrolatinoamericanos #negritude #clubedolivroletrasnegras #leiarepresentatividade #fotografianegra #literaturaafrodescendente #afrosegueafro #leiamulheresnegras #leiaescrito


1

by @silvialitnegra

Neste caso, são os 10 pentes d'África!
#literaturanegra
#africa


0

by @quilomboliterario

📖Kindred - laços de sangue, de Octávia Butler. .
A felicidade no olhar de quem acaba de devorar um livrão. .
.
📢 Quem já leu?


8

by @pliniocamillo

LUIZA

Romance infantojuvenil de Plínio Camillo

Com ilustrações de Thiene Magalhães
Luiza durante uma grande surra revê parentes, irmãs e orixás. “Temos que estar atentas para quem vamos contar. Onde e quando. Por que e para que!” Data: 22.09.2018 - Sábado
Horário: 16 às 20hs
Local: Espaço Kazuá - Rua Ana Cintra, 26 – Santa Cecília – São Paulo – Capital
Investimento: R$35,00 (trinta e cinco reais)
Luiza: https://pliniocamillo.wordpress.com/2018/09/06/luiza/
Borala!!!!


4

by @clubedolivroletrasnegras

Pra que me chamas ? É a letra do clipe lançado hoje por Xenia França.Nesse clipe de fotografia linda, com predominância das cores azul, vermelho, verde, marrom e dourado, Xênia através da linguagem visual traz texturas, cores e elementos da natureza que se mesclam à batida provocante que mistura eletrônico com instrumentos percussão utilizados em religiões de matriz africana.
O clipe veio para virar uma referência na produção áudio visual afro latina americana, com figuras de entidades, corpos negros, cantos, natureza e instrumentos, que se juntam e fazem sentido com a letra que é uma denúncia clara de injustiça racial e apropriação cometida em nosso país. Na música é citada as cotas, o carnaval , e o trabalho negro que compõe a grande mão de obra do nosso país porém não é reconhecida.
Por fim ," Porque tu me chamas se não me conheces ? "que é o refrão da música, além de ser uma forma usada em Cuba em referência ao orixá Eleguá, equivalente ao Exú no candomblé brasileiro, também nos traz a indagação de porque as pessoas no Brasil usam e abusam da cultura afro brasileira se nem ao menos a conhece, se apropriando de uma forma vazia dos nossos símbolos.
. " Não fecha a conta
A cota é pouca
E o corte é fundo
E quem estanca
A chaga o choque
Do terceiro mundo?
De vez em quando
Um abre a boca
Sem ser oriundo
Para tomar pra si
O estandarte
Da beleza, a luta e o dom
Com um papo
Tão infundo"
No clipe ainda aparece em uma cena quatro livros : A biografia de Nelson Mandela, o livro Na minha pele de Lázaro Ramos (@olazaroramos ),Quem tem medo do feminismo negro? de Djamila Ribeiro (@djamilaribeiro1) e Um defeito de Cor de Ana Maria Gonçalves.
Ótimas referências de leitura que tanto incentivamos a leitura aqui no Clube ♡
texto: @amandasantossilva921
.
#músicabrasileira
#xeniafrança
#praquemechamas
#literaturafeminina #literaturanegra #bookstagram #leitorasnegras #escritorasnegras #mulheresnegras #leiamulheresnegras #vidasnegrasimportam #girlpower#negritude #clubedolivroletrasnegras #leiarepresentatividade #fotografianegra #literaturaafrodescendente #leiamulheresnegras #leiaescritorasnegras #leiaescritoresnegros #empoderamento


6

by @passosentrelinhas

📖 O sol na cabeça, de @ogeovanimartins .
⠀⠀
Livro de estreia do autor carioca Geovani Martins, "O sol na cabeça" é uma compilação de contos, que abordam o dia a dia de jovens que vivem em periferias, no Rio de Janeiro.
⠀⠀
"Rolézim", primeiro conto do livro, é o mais conhecido e divulgado em sites, blogs, vídeos... Eu nunca tinha visto comentarem sobre "O mistério da vila", que foi o conto que mais me arrebatou. Que história da zorra!!!!!
⠀⠀
"O mistério da vila" é o antepenúltimo texto e aborda a intolerância religiosa e o misticismo acerca do Candomblé, para quem observa de fora as celebrações em terreiros. Eu me emocionei bastante com esse conto e, sem dúvidas, é o meu favorito!
⠀⠀
Gostei demais das leituras!
Outros contos que me chamaram atenção foram: "Roleta-russa", "Espiral", "O caso da borboleta" e "A viagem", que me arrancou altas risadas. É engraçado, porque é tudo ficção, mas eu jurava ser verdade, essa resenha.
⠀⠀
O Geovani falou, na @flipelo, que não descreve fisicamente os personagens, mas que é fácil imaginá-los negros. Foi algo que pensei bastante enquanto lia. Para alguns, essa ideia de que os jovens ali são pretos, é resultado de puro preconceito. Para mim, é fruto do reconhecimento de território, da proximidade que aquelas situações têm do que vivo diariamente.
⠀⠀
"O sol na cabeça", publicado pela @companhiadasletras, é massa!!! Eu indico muito a leitura!
⠀⠀
Se você quiser ter uma prévia, na @amazonbrasil é possível ler parte dos dois primeiros contos, em uma amostra. ⠀ ⠀
Você já leu? Qual sua história favorita? Bora trocar ideia!!! 😉
⠀⠀
Lorena Ribeiro.


6

by @carioquicenegra

Momento Papiro @carioquicenegra 📚☕️
Nossa sugestão hoje é a obra "O Que é Empoderamento?" escrita pela Joice Berth.
Sinopse: "Como mulheres de periferia do quarto de despejo da cidade, é importante falar o que entendemos como empoderamento a partir de nossas vivências. Não encontramos em nenhuma discussão produzida pelo movimento feminista branco uma possibilidade de construção de nossa identidade. Somos muitas, somos plurais. Nossa discussão sobre empoderamento é no sentido da busca que fortalece o grupo na caminhada dentro de uma sociedade desigual, racista, machista, preconceituosa. Empoderar o coletivo leva a conscientização, união e a transformação das pessoas e da comunidade.
#carioquicenegra #feminismoplurais #papiro #escrita #escritorasnegras #literaturanegra #empoderamento #empoderamentonegro #periferia #negros #afro #black


0

by @baobazinho

Momento em que Mazinho e a sua turma, personagens da história "Futebol e Assombração", tentam recuperar o fôlego. Nisso que dá subir correndo a escadaria do morro daquele jeito!

BaObazinhO no Ayó - Encontro Negro de Contação de Histórias!
Já deixou saudade!

Registro do querido @crmb16 !!! #ayoencontronegro #tradicaooral #literaturanegra #oralidade #oralitura #ancestralidade #contacaodehistorias #culturanegra #artenegra


6

by @culturacba

Hoy comienza el Ciclo @cordobamata en la #FLC2018. Por quinto año consecutivo, escritores de novela negra y policial de todo el mundo se reúnen en Córdoba para conversar con los lectores y discutir sobre pormenores y delicias de este género.
A las 20:00 es la inauguración oficial en el Patio Mayor del Cabildo con Horacio Verbitsky, Mempo Giardinelli y Fernando López. La entrada es libre y gratuita.
Pueden conocer el resto de las actividades del ciclo aquí: http://bit.ly/2QAu7NX

#feria #libro #conocimiento #literatura #policial #literaturanegra #Córdoba


0

by @poesiapelomundo

#umpoetaindicaoutropoeta .
.
A convidada dessa semana é a poeta Lilian Rocha ( @lilikamarques24 ). Lilian é natural de Porto Alegre, é poeta, musicista e facilitadora didata de Biodanza. É autora dos livros "A Vida Pulsa - Poesias e Reflexões" (2013) e "Negra Soul" (2016), ambos publicados pela Editora Alternativa. Além disso, Lilian organizou e participou de várias antologias literárias e é integrante da Academia de Letras do Brasil/ seccional RS.
.
.
A poeta indicada pela Lilian é a Ana dos Santos, seus poemas estão presentes na antologia poética "Pretessencia", organizada pelo coletivo do Sopapo Poético e publicado pela editora Libretos. A escolha da Lilian é porque "a poesia de Ana dos Santos é uma fortaleza e ao mesmo tempo é de uma leveza impressionante. Traz a questão do feminino com propriedade e tem a coragem de ser uma escritora que se aventura na poesia erótica." #❤️
.
.
#leiamulheres #poesiapelomundo #poesia #poema #literaturanegra #lilianrocha #anadossantos #mulheresqueescrevem #empoderamento #mulheresnegras #instapoesia #liberdade #instalivros #leiamulheresnegras #instapoemas #empoderamentonegro #livrosemaislivros #empoderamentofeminino #livroseleituras #📚❤️ #📚 #sopapopoetico #livroseleituras #representatividade #instabooks #bookworm #bookstagram #amoler #dicadeleitura


2

by @clubedolivroletrasnegras

Dica de leitura do nosso projeto " Pocket Letras Negras", nosso projeto de textos rápidos, esse texto da bell hooks é transformador e muito esclarecedor, ele fala de família, relações de afeto e auto amor.
Para quem está com o coração machucado ou meio para baixo, esse texto proporciona explicações e dicas de como lidar com muitas de nossas dores.
Há quem tenha chorado, ficado arrepiada ou com um nó na garganta, mas uma coisa é certa, esse texto vem para ajudar a reerguer muita coisa dentro de nós. .
" Quando nós, mulheres negras, experimentamos a força transformadora do amor em nossas vidas, assumimos atitudes capazes de alterar completamente as estruturas sociais existentes." .
📚Indicação de leitura: @rejanebarcelos7
✒Texto: @amandasantos921
.
#bellhooks #literaturafeminina #literaturanegra #bookstagram #leitorasnegras #escritorasnegras #mulheresnegras #leiamulheresnegras #vidasnegrasimportam #girlpower #blackpower #afrolivros #livrosafrolatinoamericanos #negritude #clubedolivroletrasnegras #leiarepresentatividade #fotografianegra #literaturaafrodescendente #afrosegueafro #leiamulheresnegras #leiaescritorasnegras #leiaescritoresnegros #feminismonegro #empoderamentonegro
#representatividade


2

by @negritudepiauiense

É importante para nos sentirmos representadas, ler narrativas escritas por mulheres negras. Assumir esse lugar de intelectualidade e protagonismo amplia nosso conhecimento e faz maravilhas para o nosso povo. #leiamulheresnegras #literaturanegra #intelectuaisnegras
Link tá na bio!

Teresina
0

by @umaleitoranegra

“Ponciá Vivêncio é um romance que convida a leitora a conhecer a protagonista pelos sentidos. Revela cheiros, sabores, paisagens e a percepção da menina que escuta tudo e todos, olha, vê, sente e se emociona com o arco-íris, com as comidas, com o cheiro do café fresco e das broas de fubá e que trabalha o barro, modelando objetos de argila (como a figura do avô)” (Maria Barbosa - Prefácio)
.
📚Resenha✏
.️
🌻Link na bio🌻
.
.
#umaleitoranegra #literaturanegra #literatura #literaturafeminina #protagonismonegro #resenha #ConceiçãoEvaristo #PonciáVivêncio


0

by @clubedolivroletrasnegras

Bom dia para quem já está levando as crianças para a escola!!! Bem, hoje o Clube vem aqui para dar uma dica para as mães, tias, avós, madrinhas, ou pra qualquer pessoa que ame uma criança ou que se ame ♡
Lembre-se que logo chega outubro com o dia das crianças.
O livro " A vida não me assusta" de Maya Angelou, com ilustrações nada óbvias de Basquiat vem pela editora @darksidebooks, nos trazer coragem e bravura perante os nossos medos. É um livro que toda criança e pessoa adulta deveria entoar todo dia para um fortalecimento emocional.
Sabemos que nossas crianças negras, por terem contato muito cedo com atos de racismo e discriminação racial, passam por momentos difíceis na escola, esse livro, escrito por uma mulher negra, mostra que as adversidades encontradas no dia a dia podem ser enfrentadas e combatidas com muita coragem.
E pra você que já é grandona é um bom exercício matinal ( sabemos que vira e mexe enfrentamos situações desafiantes que nos deixam bambas de nervosismo), diga em voz alta :

NADA
NA VIDA
ME ASSUSTA
NADA
NADA!
.
. 📷 : @vidaeletras e @amandasantossilva921
📚Indicação de livro : @gabrielasantosmd
✒Texto: @amandasantossilva921
.
.

#literaturafeminina #literaturanegra #bookstagram #leitorasnegras #escritorasnegras #mulheresnegras #leiamulheresnegras #vidasnegrasimportam #girlpower #blackpower #afrolivros #livrosafrolatinoamericanos #negritude #clubedolivroletrasnegras #leiarepresentatividade #literaturaafrodescendente #afrosegueafro #leiamulheresnegras #leiaescritorasnegras #leiaescritoresnegros #feminismonegro #empoderamentonegro #mayaangelou


5

by @pliniocamillo

Renovo o meu convite à tod@s para o lançamento do meu mais novo romance infanto juvenil: LUIZA
Com ilustrações de Thiene Magalhães
Luiza, uma homenagem a mães, irmãs, primas, filhas e mulheres com quem aprendemos muitos.
Lançamento
Data: 22.09.2018 - Sábado
Horário: 16 às 20hs
Local: Espaço Kazuá - Rua Ana Cintra, 26 – Santa Cecília – São Paulo – Capital
Investimento: R$35,00 (trinta e cinco reais)
Edição Original: 2018
Luiza: https://pliniocamillo.wordpress.com/2018/09/06/luiza/
Borala!!!!
Divulguem!
Convidem
Apareçam!!
Boas trilhas e com bons tempos para todos nós!!!


11

by @montybrox

¡Feliz lunes a todos! ¿Qué tal se presenta vuestra semana?Yo de la mía mejor no os hablo. 😒 Prefiero contaros algo genial que la pasada se me olvidó. Y es que la maravillosa Librería 📚 @lasombralibros (Calle San Pedro 20 Madrid) ha tenido a bien acoger a todo #WaveBooksEditorial 🌊 en sus estanterías. Así que ya hay otro sitio donde encontrar a #Caperucita , #NubeNegra, #ToxicFemme y todos sus primitos literarios. Si os pilla cerca no dejéis de pasaros y echar un 👁️ o dos 👀.
Si no, como siempre en mi BIO⬆️ tenéis el enlace a mi web de autora. Desde allí podréis comprarlos directamente 🛍️. Tanto en papel 📕 como en ligero y económico eBook 📖📲. Sin nada más que añadir... Os deseo un feliz día a todos 😘😘😘😘😘
.
.
.
.
P.d: Recordad que tengo un sorteo internacional y activo de dos #eBooks. Tanto por aquí, unas cuantas fotos más atrás 🖼️⏪, como por Twitter 🐦 y Facebook 😀📘
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
#iamwriter #iammom #writerlifestyle #writermom #romancedistopico #romanticaparanormal #paranormal #romantica #distopia #autoraespañola #lectura #libreria #leer #libros #librosamazon #libroenespañol #amor #antologia #mujeresmalasycañeras #escribirenfemenino #literaturanegra #literatura #amor #libreriamadrid #romance #escritora


0

by @lendomulheresnegras

Um pedacinho de Vânia Melo falando do seu livro ‘Sobre o breve voo da borboleta e suas esquinas’ na @organismoeditora para o lançamento. Já fica a prévia do que será nosso encontro dia 28 de setembro! Só vamos! #lendomulheresnegras #lendovaniamelo #vaniamelo #literaturanegra #sobreobrevevoodaborboleta #escritorasnegras #escritorasnegrasdabahia #escritorasnegrasbrasileiras


0

by @literaturaconvida

Em setembro a TAG me surpreendeu. O livro indicado por Conceição Evaristo 💓 foi Eu sei porque o pássaro canta na gaiola, de Maya Angelou.
Fiquei mega curiosa para saber qual livro a nossa Conceição indicaria, pensei até que seria algo de Toni Morrison.
Passarei esse livro na frente de todos os que leria porque Maya foi uma pessoa incrível. Ativista dos direitos civis, amiga de Martin Luther king Jr e Malcolm X, lutou contra o racismo e deixou sua marca na história em diversos campos: música, literatura, teatro, entre outros. Inspiração!

Após a leitura, compartilharei minhas impressões aqui com vocês.
Alguém já leu?

#mayaangelou #literaturaconvida #taglivros


8

by @clubedolivroletrasnegras

Ontem foi dia do Clube prestigiar o lançamento do livro Alma, uma linda coletânea de poemas, lançada pela @editoraconexao7 com organização da @priscillabrendamina, escrita por maravilhosas escritoras negras que colocaram no papel suas vivências e seus mais profundos sentimentos.
Que venham mais projetos como esse !
Foto📷: @marcoantonio2701
.
.
.

#literaturafeminina #literaturanegra #bookstagram #leitorasnegras #escritorasnegras #mulheresnegras #empoderamentonegro #vidasnegrasimportam #girlpower #blackpower #afrolivros #livrosafrolatinoamericanos #negritude #clubedolivroletrasnegras #leiarepresentatividade #fotografianegra #literaturaafrodescendente #afrosegueafro #leiamulheresnegras #leiaescritorasnegras #leiaescritoresnegros
#representatividade

Museu do Negro-RJ
1

by @guardiadaestante

⚠️Nega Florinda, a mãe preta e eurocentrismos
.
“Em África, os mais velhos são muito respeitados e tidos como as pessoas que melhor se dão com os mais novos, porque eles já estão se preparando para voltar ao Orum, lugar de onde as crianças tinham acabado de chegar”.
.
.
.
_____________ Em “Um Defeito de Cor”, de Ana Maria Gonçalves @editorarecord.
.
Para os africanos, mãe preta, pai preto e preto velho são sinônimos disto: sabedoria, que deve ser assimilada a fim de ser repassada para as demais gerações. Proteção, calor, conforto e força. Mas um dia esse significado se perdeu, e os afrodescendentes passaram a se ressentir desse costume; uma forma de refutar as ideias eurocêntricas relacionadas aos pretos mais velhos, ou seja, os pretos da casa, as amas de leite, os servos dos brancos escravagistas, sem educação e obrigados a obedecer. Livros como os de Monteiro Lobato estão entre os responsáveis por isso.
.
Mas que coisa...
.
Recentemente observamos uma luta da comunidade LGBTTT de ressignificar o título de “queer”, uma palavra que havia perdido seu significado original para ganhar uma explicação homofóbica. Assim, “queer” está voltando a ser “uma palavra-ônibus proveniente do inglês usada para designar pessoas que não seguem o modelo de heterossexualidade ou do binaridade de gênero” (Google). Parecido no Brasil acho que tem sido a retomada do termo “viado”, que vem sendo retomado pela comunidade gay.
.
Para mim, que sou negra, guardo apenas um significado para mãe preta, o único significado que pode ser associado às mães pretas de filhas pretas que precisam sobreviver a este mundo recebendo lições diárias de sobrevivência: resistência sábia.
.
Será que um dia veremos a ressignificação disso também?
.
Bom, eu só sei que durante toda a leitura de “Um Defeito de Cor” esperava ansiosamente a aparição de Nega Florinda, de sua sabedoria, a contação de histórias e lendas que reconectam os negros da diáspora com suas raízes. Nega Florinda é a epítome da mãe preta e de sua essencialidade para o povo preto. ➰
.
Reflexão.
.
#umdefeitodecor #leituras #meuslivros #minhaestante #literaturabrasileira #literaturacontemporanea #literaturanegra #lgbtt #queer #guardiadaestante

Cotia, Sao Paulo, Brazil
0