Partiu Aventura@partiuaventura

@_eu.joel @karol.rbarbosa
.
#natureza #landscape #trip #wild #travel #hiking #climb #trekking #cave #pordosol #Goiás #Brasil #photography #aventura
.

https://goo.gl/kaopGT

A #Gruta do Diogo I e II é referência no mundo como ponto de escavação que resultou a localização do #esqueleto mais antigo da América Latina, apelidado de #Homem de Jataí ou Zé Gabiroba. O local recebeu expedições científicas de pesquisas e apresenta marcas relevantes da presença de pré-história e referências comportamentais dos antepassados. Contribui essencialmente com o turismo não somente de Serranópolis, como para a Região Agro-ecológica toda que cita o atrativo como principal marco da arqueologia. A presença de escrituras rupestres e petroglífos nas paredes das grutas torna a visita de grande valor em vivência e aprendizado.

#aventura #natureza #hiking #cave #trip #caverna #terra #espeleologia #viajem #partiubrasil #viajepelobrasil #ecoturismo #turismodeaventura #aventura #serranópolis #travel #maisgoais #descubraobrasil #cerrado #mtur #travel #brasil #destinoselugares #tourpelomundo #topofbrasil #topofgoias


12

ACAMPAMENTO SERRA DO CAFEZAL

Acampamento organizado com a parceria entre Fazenda São Roque  e Adventure Services. Um roteiro de dois dias com atividades de aventura, trilhas em sítio arqueológico, rapel, e prática de yoga.

O roteiro se inicia com almoço servido na cachoeira Ponte de Pedra e continua com uma descida de rapel na cachoeira do Canguçu, seguindo pra trilha do Diogo I e II onde os participante vão apreciar os vestígios deixados pelos nosso antepassados de mais de 11.000 mil anos. Depois da trilha o grupo segue para fazenda São Roque onde será o acampamento, durante a noite será servido jantar e em seguida acontece um luau com fogueira conversa boa, musica e muita harmonia.

No dia seguinte alvorada com café da manhã, prática de yoga e saída para o Recanto Três Cachoeiras com trilha, visita e banho de cachoeira, logo depois retorno para o almoço na fazenda São Roque, descanso e saída para o armazém de cultura de Serranópolis onde os participantes terão oportunidade de conhecer o museu e um pouco de história da região.

#trip #cachoeirasdobrasil #ecoturismo #natureza #cachoeira #hiking #travel #nature #partiuaventura #beautifulplace #discoverearth #topofbrazil #viajem #trilhandomontanhas #vcmochilando #vibe #euvounajanela #destaquebrazil #tourpelomundo #landscape #destinoselugares #beatifuldestinations #queroferiasagora #hikingadventures #destinosbrasileiros #topofgoias #Waterfall #suafoto


10

Cobra-coral é uma denominação comum a várias serpentes da família Elapidae, da tribo Calliophini, que podem ser subdivididas em dois grupos: corais do Velho Mundo e corais do Novo Mundo. Existem 16 espécies de corais do Velho Mundo, pertencentes aos gêneros Calliophis, Hemibungarus e Sinomicrurus, e mais de 65 espécies de corais do Novo Mundo, incluídas nos gêneros Leptomicrurus, Micruroides, e Micrurus. No Brasil, podem ser conhecidas pelos nomes cobra-coral-venenosa, coral-venenosa, coral-verdadeira, ibiboboca, ibiboca e ibioca.

As cobras-corais não dão "bote" e apresentam hábitos fossoriais, vivendo em sua maior parte escondidas embaixo de troncos e folhagem. A dentição é do tipo proteróglifa, característica que certamente as diferem das falsas-corais, que apresentam dentição opistóglifa ou áglifa. Existe um antigo ditado para distinguir corais-verdadeiras de corais-falsas: Vermelho com amarelo perto, fique esperto. Vermelho com preto ligado, pode ficar sossegado. O ditado está incorreto, dado que não existe um padrão de coloração exclusivo das corais-verdadeiras e muitas falsas-corais conseguem mimetizar perfeitamente um coral. A única forma de diferenciar os dois tipos de cobras é pela dentição.

Apresentam uma peçonha de baixo peso molecular que se espalha pelo organismo da vítima de forma muito rápida. A coral necessita ficar "grudada" para inocular a peçonha pelas pequenas presas. A cobra-coral é tão peçonhenta quanto uma naja. A sua peçonha é neurotóxica, ou seja, atinge o sistema nervoso, causando dormência na área da picada, problemas respiratórios (sobretudo no diafragma) e caimento das pálpebras, podendo levar uma pessoa adulta ao óbito em poucas horas. O tratamento é feito com o soro antielapídico.

As corais são noturnas e vivem sob folhas, galhos, pedras, buracos ou dentro de troncos em decomposição. Para se defender, geralmente levantam a sua cauda, enganando o ameaçador com sua forte coloração.
#Cerrado #Snake #Brasil #suaFoto #Respeiteminhanatureza #Wildlife #yourshotphotographer #Insta_animal #Wild #Biodiversity


7

Raposa-do-campo(nome científico: Lycalopex vetulus), raposinha-do-campo, cachorro-de-dentes-pequenos, raposa-brasileira ou jaguapitanga é um canídeo nativo do Brasil, que habita os campos e cerrados em uma área de distribuição ainda discutida mas que inclui o Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais e São Paulo, partes do Tocantins, Bahia, e uma pequena área entre Piauí e Ceará. É mais comum na região centro-sul do cerrado, mas registros recentes têm ampliado consideravelmente sua distribuição para a região norte e nordeste do país. Considerando as novas informações, a área de ocorrência atual da raposa-do-campo estende-se do centro-nordeste e oeste do estado de São Paulo Paulo ao norte do Piauí e médio-leste do Maranhão.

Um registro muito especial feito durante uma de nossa visitas ao Parque Nacional das Emas, lugar pelo qual temos muito carinho e gratidão por ter e poder vivenciar cenas como essa registrada.

#vacation #Animals #travelphotography #forest #naturelover #naturephotography #instanature #brasil #trip #travel #natureza #wild #wildlife #wildlifephotography #conservation #life #animal #nature #parquenacionaldasemas #mineirosgo


14